Nunca é tarde! Carlos entrou na faculdade aos 90 anos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Carlos Augusto Manço na vida inteira foi e é apaixonado por desenhos, isso fez com que ele acreditasse no sonho de um dia se tornar um aluno do curso de Arquitetura e Urbanismo.

E a oportunidade chegou para ele aos 90 anos. Carlos entrou na faculdade, que antes não podia fazer por conta das dificuldades financeiras, e se consagrou como um exemplo de dedicação e esperança para quem acredita que os sonhos, de fato, não têm idade para realizá-lo. A vida profissional do então aposentado e aluno de arquitetura e urbanismo Carlos Augusto Manço sempre o colocou em contato com a atividade de projetar ambientes e colocá-los no papel.

Tanto que ele trabalhou por anos no Departamento de Água de Ribeirão Preto, cidade onde faz faculdade, e, depois, foi responsável pelos desenhos das obras de ampliação do campus da USP naquele mesmo município. Por motivos de não ter dinheiro para pagar um curso superior, Carlos só tinha conseguido se formar em um curso técnico de Desenho Industrial.

“Sempre gostei da profissão, até pelo contato que tinha com engenheiros e arquitetos no tempo que estive na Universidade de São Paulo, mas devido à situação financeira, não consegui fazer faculdade. Por isso, fiz o curso técnico”, disse Carlos ao Centro Universitário Barão de Mauá, faculdade em que estuda Arquitetura e Urbanismo.

De acordo com a coordenadora do curso, Flavia Olaia, Carlos terá uma grade semestral adaptada para conseguir acompanhar as disciplinas.

“Logo que a neta Isabella nos procurou, fizemos o possível para criar uma grade semestral um pouco menor e preparamos nossos docentes para recebê-lo”, explicou Flávia. E ele está indo muito bem. “O Carlos é um aluno bastante dedicado e interessado em aprender cada vez mais”, completou Flávia.

Fonte: Engenharia É

Fechar Menu
Precisa de Ajuda? Fale Conosco